Mulher tira fotos durante visita a museu e o que descobre é de tirar o sono – Comunidade F7

Pelos museus ao redor do mundo há diversos mistérios. E muitos desses são verdadeiras “estórias” mesmo, ou seja, folclore, mas em alguns pontos do mundo, coisas realmente acontecem. Foi o que aconteceu com Jane Cunningham que estava prestigiando o Museu V&A de Infância no sul de Londres, na Inglaterra.

Jane estava passeando com sua filha até que decidiu tirar fotos para registrar a felicidade do momento, porém ela tinha ouvido várias histórias sobre o local e tudo indicava que lá realmente poderia ser mal assombrado. Apesar de sua incredulidade a respeito, ela revelou ter sentido o ambiente hostil.

 

O grande fato surpreendente aconteceu quando silhuetas sobrenaturais apareceram ao fundo de uma das fotos e dá para ver nitidamente nas imagens em questão figuras de meninas orientais.

Jane disse que mesmo com as intrigantes histórias e o clima sombrio que sentiu, não esperava presenciar tal evento e enxergar espíritos. Ela enfatizou que se fossem pessoas em carne e osso, a posição da janela seria bem diferente.

Quando a poeira baixou e a sensação do susto estava mais amena, ela começou a investigar mais sobre o passado do local e descobriu uma coisa reveladora: Mulheres de diversas partes do continente oriental iam para o local que, atualmente, fica o museu assombrado para trabalhar na decoração do lugar quando este pertencia à classe nobre do século XVII. Eram escravas com uma vida muito sofrida e por isso, de uma maneira geral, faleciam ainda bem novas.

 

Sobre o estranho acontecimento, Jane Cunningham compartilhou mais um fato perturbador: ela disse haver vários carrinhos de bebês no lugar que viu as almas de maneira que não seria possível alguém estar em pé ali, isto, se não tivesse “flutuando”.