Caso é raríssimo, acontece uma vez em cada 10 milhões.

Um homem chinês, que não teve seu nome divulgado, descobriu que é pai de apenas um de seus filhos gêmeos, enquanto o outro é fruto de sua esposa com o amante. Sim, isso é possível.

Deng Yajun, diretor do Centro de Identificação Forense Beijing Zhongzheng, na China, responsável pelo teste de DNA dos bebês, explicou o caso raro – tão raro que só acontece uma vez em cada 10 milhões -conhecido como superfecundação heteropaternal.

“Primeiro, a mãe tem que produzir dois óvulos no mesmo mês, para ter os gêmeos bivitelinos (não idênticos). Depois, ela precisa ter relações sexuais com dois homens em um espaço de tempo muito curto para que isso seja possível. Os resultados mostraram que os gêmeos têm a mesma mãe, mas não o mesmo pai”, revelou Yajun.

Vale ressaltar que o marido não solicitou o teste de DNA por desconfiar de sua esposa: a descoberta foi imprevisível, visto que, na China, o procedimento é padrão para registrar nascimentos.