Datena bate-boca com Dória, ameaça chamar a polícia e acaba entrando em barraco histórico: “Mais digno” – Comunidade F7

Sem papas na língua, Datena entrou em pé de guerra com João Dória e teve barraco exposto para todo Brasil após ameaçar chamar a polícia.

Datena é um dos mais polêmicos apresentadores da televisão brasileira. A frente do Brasil Urgente, o comunicador não economiza críticas ao que acha necessário e recentemente se envolveu em uma polêmica com o Governador do Estado, João Dória.

O apresentador decidiu se envolvendo, mesmo que indiretamente, no polêmico jogo de cadeiras que acontece no Ministério da Saúde, no qual já trocou dois ministros em menos de dois meses. Pois bem, durante o Brasil Urgente, Datena teceu inúmeras críticas a Luiz Henrique Mandetta [primeiro a deixar o cargo].

“Um cara que fazia poesia, que falava, que a imprensa gostava, mas que errou no pico da doença e fez com que o brasileiro não acreditasse mais que essa doença seria tão grave quanto é. Médico não abandona paciente, e ele de certa forma abandonou”, descreveu Datena, sem citar o nome do ex-ministro.

Depois, o apresentador da Band fez um balanço sobre a trajetória de Nelson Teich, que deixou o cargo na sexta-feira (15), durante sua breve passagem pelo Ministério da Saúde. “Não deu nem pra perceber o que ele fez, mas tentou fazer alguma coisa – e foi sincero quando lhe perguntaram sobre o pico [do coronavírus]. Pelo menos foi mais digno que o outro que saiu”, concluiu.

Recentemente, Datena contou que teve uma discussão com o Governador do Estado de São Paulo, João Dória. O apresentador relata que o político mandou mensagens para ele exigindo satisfação de uma de suas falas.

De acordo com o que foi apurado, Datena teria supostamente chamado Dória de imbecil durante uma entrevista para um revista. O Governador, por sua vez, não gostou nem um pouco das acusações e foi tirar satisfação com o âncora do Brasil Urgente.