“Um levantamento realizado pela Paraná Pesquisas e divulgado neste sábado (2) mostra que o atual presidente da República, Jair Bolsonaro, lideraria em dois de três cenários diferentes, se a disputa ao Planalto estivesse sendo realizada agora.
No cenário com o ex-juiz federal Sergio Moro, Bolsonaro fica em primeiro lugar nas intenções de voto, assim como no cenário com o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Já no cenário com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, há empate técnico entre Bolsonaro e o petista, pois o levantamento tem uma margem de erro de 2% para mais ou para menos.
No primeiro cenário, com Moro entre os nomes, Bolsonaro fica com 27% das intenções de voto; seguido de Moro, com 18,1%; Fernando Haddad (PT), com 14,1%; e Ciro Gomes (PDT), com 10,3%. Com menos de 10%, estão Luciano Huck (6%), João Amoêdo (4%), João Doria (3,7%), Guilherme Boulos (1,2%) e Wilson Witzel (1%). Além disso, 9,2% respondeu “nenhum” e 5,4% “não sabe”.
No segundo cenário, com a inclusão de Lula no lugar de Haddad, o resultado é o seguinte: Bolsonaro com 26,3%, Lula com 23,1%, Moro com 17,5%, e Ciro com 8,1%. Os demais aparecem com menos de 5%: Amôedo (4%), Doria (3,8%); Marina Silva (2,3%), Witzel (1,2%) e Boulos (0,7%).
No terceiro cenário, com Mandetta incluído, a posição é a seguinte: Bolsonaro tem 29,1%; Haddad tem 15,4%; Ciro tem 11,1%; Huck tem 8,1%; e Mandetta aparece com 6,8%.
Na sequência, estão Amoêdo (4,5%), Doria (4,4%), Flávio Dino (1,4%) e Witzel (1,1%). A Paraná Pesquisas fez entrevistas telefônicas com 2.006 eleitores de 26 Estados e Distrito Federal entre os dias 27 a 29 de abril de 2020.
A amostra atinge um grau de confiança de 95% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2% para os resultados gerais. O levantamento foi registrado no Conselho Regional de Estatística sob o número 3122/2020.