Menina de 5 anos pagou dívidas de refeição aos colegas a vender bolachas

Katelynn Hardee frequenta uma escola primária da Califórnia. Muitos pais, nos Estados Unidos, têm dificuldade em pagar contas nas escolas.

Uma menina de apenas cinco anos de idade conseguiu reunir dinheiro suficiente para pagar as dívidas de refeição a todos os 123 colegas da sua escola primária, na Califórnia, com a venda de bolachas.

Katelynn Hardee, da escola primária Breeze Hill, apercebeu-se que alguns pais não conseguiam pagar as contas na escola. “Ela começou a fazer-me imensas perguntas e eu tentei explicar que nem todos os pais têm a mesma sorte e que temos que tentar ser solidários e dar o que podemos”, disse a mãe, Karina Hardee, à CNN.

Foi assim que a menina decidiu ‘abrir’ uma banca de venda de comida, à porta de casa. Começou no dia 8 de dezembro do ano passado e quase todos os domingos têm sido iguais: Katelynn tenta vender chocolate quente e bolachas.

A mãe já doou à escola primária os primeiros 80 dólares (73 euros) que a filha conseguiu, valor que serviu para cobrir as dívidas de refeição de todos os colegas.

Sublinhe-se que, nos Estados Unidos, os pais têm que pagar um valor semanal para cobrir as refeições dos filhos nas escolas. O valor não é elevado, mas para famílias com mais de uma criança pode ser um encargo extra que é difícil de manter saldado.

Esta já não é a primeira história do género. Um estudante de oito anos de idade, natural de Vancouver, em Washington, fez o mesmo, mas pelo seu agrupamento escolar. Keoni Ching conseguiu reunir 4.015 dólares (3.657 euros) a vender porta-chaves a 5 dólares (4,55 euros).