Chinesa sem máscara barrada em bloqueio contra coronavírus pula de ponte

Uma mulher barrada durante bloqueio para conter a disseminação do coronavírus pulou de uma ponte para evitar a prisão após discutir e xingar policiais.

A cena ocorreu no vilarejo Huanjiao (província de Guangdong, China), de acordo com o jornal britânico “Daily Star”. A mulher teria tentado atravessar a ponte após discutir em casa com o marido. Agentes da lei impediram a passagem da chinesa por ela não estar usando máscara protetora. A lei na região obriga que as pessoas circulem de máscara em locais públicos durante o surto.

A mulher não chegou a cair na água. Ela ficou escondida na estrutura de sustentação da ponte. Um vídeo mostrou o momento em que a mulher, identificada apenas como Yan, foi resgatada por um barco e entregue à polícia.

“Ela correu ao ponto de bloqueio, mas nossa equipe a deteve. Ela tentou forçar passagem, empurrando a nossa equipe. Está sob nossa custódia”, disse Xie Jiansheng, vice-secretário do vilarejo.

Batizada como Covid-19 pela OMS, a doença provocada pelo coronavírus já matou 1.380 pessoas na China, incluindo o primeiro médico a alertar para o problema. Há infectados em outros 25 países.