Comida Natural para Cachorro: 5 Lições e uma Dica de Aplicativo Grátis

Comida Natural para Cachorro: 5 Lições e uma Dica de Aplicativo Grátis

Os cães ocupam um papel muito importante na nossa vida e família.

Na maior parte da minha vida os cães sempre estiveram presente, a partir dos meus 8 ou 9 anos sempre tivemos cachorros em casa:

fila brasileiro, cocker spaniel, e um pouco de gatos também e agora tenho um vira-lata.

O que me impressiona nos cães é a capacidade que eles têm em se doar, doam a sua alegria o tempo todo, mesmo quando estão cansados.

A maioria dos brasileiros, considera seus pets como um membro da família, ou mesmo como um filho, um irmão quem sabe…

A indústria pet food vem acompanhando esse processo oferecendo alimentos mais humanizados aos animais domésticos:

o preparo “gourmet”, cru, orgânico, holístico, baixo carboidrato, etc..

Baixe aqui 10 Receitas de Comida Natural para você testar em casa, é grátis!

De acordo com as últimas pesquisas o número de pessoas que compram produtos orgânicos, naturais ou holísticos regularmente, vem aumentando.

Segundo os consumidores, os benefícios ambientais e de saúde são os principais fatores para a aquisição desses tipos de produtos.

Para que ficasse o mais claro e interessante possível dividi este artigo em 5 lições sobre Alimentação Natural:

Lição 1: O que é considerado Alimentação Natural para Cachorro?

O termo “comida natural” ou “alimentação natural” ou “dieta natural” pode abrir margem a alguns equívocos, por isso procurei respaldo na literatura, para trazer algumas definições do que é “natural”.

  • Segundo a The European Pet Food Industry Federation (FEDIAF):

componentes dos alimentos para animais de estimação sem eventuais aditivos e que apenas tenham sido submetidos a um processamento para torná-los aptos para produção pet food e a manutenção do conteúdo de todos os nutrientes essenciais.”

  • A dieta BARF (ossos e alimentos crus), também é entendida como dieta natural, composta de alimentos de origem animal cruas e vegetais.
  • Segundo Freeman & Michel, as dietas ou os alimentos crus podem ser separados em três categorias básicas”:

1.dietas com alimentos crus completas (balanceadas), vendidas tipicamente congeladas, estão sujeitas à regulamentação;

2.dietas completas caseiras com alimentos crus, feitas em casa pelo dono, os ingredientes podem ser variados, muitas delas são variadas globalmente; entretanto cada refeição individual pode não ser balanceada;

3.dietas de combinação que consistem em misturar alimento comercial com carne crua.

Algumas características devem ser levadas em conta na formulação de dietas para cães e gatos, sejam elas caseiras ou comerciais:

  • formulação adequada às necessidades nutricionais em cada fase fisiológica do animal;
  • quantidades equilibradas entre os nutrientes;

Podem ser formuladas das seguintes formas:

  • Alimentação Natural (AN) Cozida e Crua sem Ossos;
  • Alimentação Natural (AN) Crua com Ossos;
  • relação correta entre lipídeos, proteínas, carboidratos, minerais e vitaminas e a origem dos ingredientes.

Lição 2: A importância dos Nutrientes na Dieta Natural

Muitas vezes, os cães sofrem de certos problemas de saúde por causa da deficiência de vitaminas ou minerais.

O corpo do cachorro precisa receber da sua dieta uma proporção equilibrada de proteínas, carboidratos, gorduras, minerais, oligoelementos e vitaminas.

As necessidades nutricionais dos cães dependem da idade, da raça e do estado geral de saúde.

Nós, donos de cães, precisamos ter uma compreensão mesmo que básica das necessidades nutricionais dos cães.

Por isso abaixo descrevo a importância dos macro e micronutrientes para o organismo canino.

comida natural para cachorro 3

PROTEÍNAS E AMINOÁCIDOS

As proteínas são o ingrediente principal, a base da alimentação de um cachorro.

As proteínas são compostas de aminoácidos e os que o próprio organismo não é capaz de produzir, chamam-se de aminoácidos essenciais.

Assim, a dieta do cão e a ingestão de alimentos preencherão a necessidade desses aminoácidos essenciais.

As proteínas fornecem energia para o corpo e também ajudam a aliviar cãibras musculares, construindo ossos e músculos fortes.

Os aminoácidos essenciais são importantes para uma pele e pelo saudáveis.

Curiosidades..

Pesquisas mostraram que os cães podem sentir o cheiro da ausência de aminoácido essencial em sua comida e isso é um motivo de rejeição da comida.

Eles podem estar pulando refeições por causa da falta de qualquer um dos aminoácidos essenciais.

Cães adoram ter alimentos ricos em proteínas. Concentrações elevadas de proteína são encontradas em aves, carne, peixe, queijo e ovos, por exemplo.

CARBOIDRATOS

Os carboidratos na forma de fibras mantêm seu cão saciado por mais tempo e o impede de comer demais.

Mas tenha cuidado com a quantidade, ingerir mais carboidratos do que o necessário é a principal fonte de vários problemas de saúde.

De fato, a alta concentração de carboidratos na alimentação de cães menos ativos pode causar obesidade.

Já no caso oposto, uma baixa concentração de carboidratos na ração de cães ativos pode causar inatividade e ansiedade.

Carboidratos estão presentes no arroz, aveia, milho, cevada, trigo, batatas e cereais em geral.

GORDURAS & ÁCIDOS GRAXOS

Gorduras ou ácidos graxos essenciais são uma dose de energia a longo prazo para cães.

Principais Funções:

  • Manutenção do sistema hormonal, pelagem, órgãos vitais, funções cognitivas, etc.
  • Desempenham um papel vital na manutenção da estrutura celular e funções celulares normais. Uma pele saudável e pelagem são uma bênção de alimentos gordurosos.
  • As gorduras também ajudam na absorção de certas vitaminas pelo organismo. Ácidos graxos ômega-3 são essenciais para uma melhor visão e memória.

No entanto, um consumo excessivo de alimentos gordurosos leva à obesidade, problemas cardíacos e artrite.

A falta de gorduras torna a comida menos saborosa e atraente.

Além disso, os cães também podem desenvolver peles secas e problemas de pelo.

Gorduras e ácidos graxos são encontrados em carnes, óleo de peixe gordo (salmon e atum), leite, miúdos e óleos vegetais.

MINERAIS

Os minerais são essenciais para o bom funcionamento do corpo e da mente.

A melhor maneira de garantir a ingestão de todos os minerais é a variação de ingredientes, só assim você cobrirá as necessidades do seu cão.

Portanto, fuja da monotonia alimentar, varie em todos os alimentos permitidos.

Abaixo segue o principal papel de alguns:

MINERAIS PRINCIPAIS FUNÇÕES
CÁLCIO é necessário em grande quantidade para cães hiperativos. É essencial para a saúde dos ossos e dentes. Ele desempenha um papel vital nas contrações musculares e na transmissão do impulso nervoso.
MAGNÉSIO é importante para as funções hormonais, funções enzimáticas, manutenção da estrutura óssea e estabilização das membranas celulares das células nervosas e musculares.
FÓSFORO O fósforo é outro mineral essencial para as funções metabólicas e para os ossos.
POTÁSSIO O potássio é essencial para a transmissão do impulso nervoso, reações enzimáticas e funções de digestão e transporte.
SÓDIO Geram impulsos nervosos, necessário nas funções de transporte atravésdas membranas.
FERRO é necessário para ajudar na formação de componentes do sangue: glóbulos vermelhos e brancos e para realizar as reações metabólicas para suprir as necessidades de energia do corpo.
ZINCO é essencial para a multiplicação celular, para o metabolismo dos carboidratos e proteínas, funções enzimáticas e cicatrização das feridas.
COBRE é um nutriente essencial para a formação de melanina, defesa contra as reações de oxidação.
IODO é um nutriente importante para o crescimento dos cachorros e para a síntese de hormônios da tireoide.
MANGANÊS é um nutriente importante para a força e o desenvolvimento dos ossos, funções do sistema nervoso e funções enzimáticas.
SELÊNIO é necessário em uma quantidade mínima para auxiliar nas respostas imunes e proteger contra a oxidação.

Vitaminas

As vitaminas desempenham um papel significativo na manutenção e no apoio às funções e à saúde do corpo.

Pele, pelo e sistema imunológico saudáveis são o resultado da ingestão adequada de vitaminas.

As vitaminas mais comuns que são essenciais para uma dieta balanceada em cães são:

VITAMINAS FUNÇÕES PRINCIPAIS
B6 ajuda nas respostas imunes, regulação hormonal, bom funcionamento dos glóbulos vermelhos.
B1 desempenha um papel importante nas atividades metabólicas para suprir as necessidades de energia.
K ativa agentes coagulantes
B12 contém cobalto que é essencial para a síntese de mielina, o crescimento de filhotes e a reprodução celular.
A ajuda a manter a saúde da pele e do pelo, no crescimento saudável e dá suporte a saúde do fígado, rins e pulmões.
E auxilia a cicatrização de feridas, fortalecimento do sistema imunológico e manutenção do sistema circulatório e dos músculos dos cães.

Como você pôde perceber a alimentação natural para cães deve ter o cuidado de oferecer variedade de todos os nutrientes, para que eles sejam plenamente saudáveis e felizes.

Mas, se você nunca preparou comida natural para o seu cachorro, talvez tenha algumas dúvidas:

O meu cachorro pode comer tudo o que comemos em casa?

Como vou saber a quantidade de comida a oferecer?

Mudar a alimentação requer cuidados, por isso você deve buscar orientação específica junto a profissionais qualificados;

ou através de um bom Curso de Alimentação Natural para Cães desenvolvido por profissionais qualificados, como o que indico no blog.

Curso Completo de Alimentação Natural

Lição 3: Como preparar de forma equilibrada a Comida Natural do seu Cachorro?

comida natural para cachorro 2

Essa é uma dúvida de todo iniciante, quando cozinhamos para cães.

Precisamos cuidar do equilíbrio entre os nutrientes e necessidades nutricionais, assim como acontece quando preparamos a nossa alimentação.

Há algumas orientações a serem seguidas, para obter um prato caseiro completo e saudável para o cachorro, você não deve usar ingredientes sem nenhum critério.

Para acertar no equilíbrio de nutrientes você precisa incluir os alimentos usando como base as seguintes proporções dos alimentos:

Proporção recomendada de alimentos

  • carboidrato (arroz, batata) – entre 60 e 70% do prato;
  • carne magra (sem gordura ou ossos) – entre 25 e 35%
  • e vegetais, entre 10 e 15%.

Ou seja, para cada quilograma de alimentos caseiros preparados:

Entre 600 e 700 gramas devem ser de carboidrato,

Entre 250 e 350 gramas de carne magra,

Fígado e outras vísceras devem ser incorporadas à alimentação (aproximadamente 5%).

Vegetais entre 100 e 150 gramas. É importante picá-los ou cortá-los e cozê-los, esse pré-preparo é essencial para ajudar na digestão e absorção adequada de vitaminas.

Alimentos perigosos para cães:

cogumelos, batatas cruas, tomates, cebolas, alho, cebolinha, uvas, passas, sultanas, pêssegos, ameixas, ruibarbo ou chocolate.

Não abuse da couve-flor e nem do brócolis pois podem causar gases.

A alimentação natural deve ser introduzida aos poucos para evitar problemas como diarreia.

Como nós, os cães também precisam de uma variedade de alimentos para que eles possam obter os nutrientes necessários.

Mas, nunca perdendo o foco de que a proteína animal é a base da alimentação do cão.

Lição 4: Como Calcular a quantidade de Alimento Natural para Cachorro?

comida natural para cachorro 4

Em muitos sites você encontra a recomendação geral, chamada regra de ouro.

A regra de ouro é dar ao seu cão para comer 3% do seu peso corporal.

A quantidade de comida para cães depende de muitos fatores:

  • Necessidades calóricas e nutricionais, e, portanto, a quantidade de alimento que um cão precisa é relacionada ao seu próprio peso e tamanho.
  • Dentro da mesma raça, existem muitas circunstâncias que fazem suas necessidades calóricas variarem. Não há uma tabela exata que diga que um cachorro de 5 quilos sempre comerá 300 g de comida caseira, por exemplo;
  • O nível de atividade é crucial para saber quanto alimento você deve dar ao seu cão. Cães que são ativos, isto é, cães que se exercitam muito, vão para a praia ou para a montanha, podem correr diariamente, etc.

Obviamente, eles precisarão de mais comida do que um cão que é muito sedentário ou que gasta a maior parte do dia no sofá;

  • Os cachorros pequenos consomem mais calorias que cães grandes em proporção ao seu tamanho (e ao mesmo nível de atividade);
  • Cachorros jovens precisam de mais calorias do que cães adultos e idosos;
  • Uma cadela grávida tem maiores necessidades de calorias do que antes;
  • Alimentação Natural Caseira x Alimentação Comercial Seca: as quantidades de alimentos caseiros e alimentos para cães molhados (em latas) devem ser maiores do que as de alimentos secos.

A razão é que a alimentação seca teve sua água extraída (processo chamado de extrusão), e espera-se que seu cão a beba separadamente.

Por outro lado, no alimento caseiro a água já está incorporada.

A quantidade de alimentação úmida que um cão precisa diariamente são maiores do que as de alimentos para cães secos.

  • Dependerá da receita que você usa, uma vez que nem todos os ingredientes obtêm o mesmo peso.
  • Se você adicionar pouca gordura ou muita gordura, por exemplo, a contribuição calórica desse prato variará. Quanto mais gordura (óleo, azeite ou manteiga) e mais carboidratos adicionados, mais calorias suas receitas terão.

=>Por essas razões eu não recomendo o calculo baseado apenas no peso do cachorro, para o cálculo mais preciso possível da alimentação habitual é necessário mais informação.

Lição 5: Cozimento e Congelamento das Refeições

  • Cozinhe cada alimento separadamente;
  • No caso do congelamento, este deve ser feito o mais rápido possível para evitar a deterioração dos alimentos. Para descongelar faça na geladeira, ou banho maria, ou panela. Não use o microondas;

  • Complementos ou Suplementos que podem ser congelados com as preparações: sal integral, óleo de coco, cúrcuma, gengibre, farinha de casca de ovos;

  • Complementos ou Suplementos que não podem ser congelados: levedo de cerveja em pó, óleos (exceto o de coco), fórmula manipulada, alho.

Dica de Aplicativo para Cálculo de Alimentação Natural:

Outro dia fiquei curiosa pra saber se haviam aplicativos no Android para auxiliar no cálculo de dieta para cachorros e fiquei surpresa porque existem alguns e nunca li artigos sobre tais aplicativos facilitadores.

Feito essa pesquisa baixei alguns aplicativos para o meu celular e testei, o que eu achei mais fácil e intuitivo foi um sobre Alimentação Crua ou BARF, e passarei a mostrá-lo agora:

Aplicativo de Dieta BARF: Barfastic (baixado do Google Play)

1. A tela principal é um menu com 4 janelas:

comida natural para cachorro aplicativo

2. My pets: para introduzir dados do seu cachorro, gato, ou ferret.

A única “dificuldade” que encontrei é que é preciso conhecer o peso ideal.

Para mim que tenho um cão sem raça identificada é mais complicado ainda, mas fiz uma estimativa.

=> Ao clicar no ícone My Pets aparece essas informações:

Sua lista de pets está vazia, para adicionar o seu pet é só clicar no sinal de + no canto inferior direto.

comida natural para cachorro aplicativo

3. A partir daí é só selecionar qual o seu pet, eu selecionei cachorro e completei as informações pedidas:

Nome, Idade, Nível de Atividade, Peso Ideal.

comida para cachorro aplicativo dica

É necessário ainda complementar as informações na coluna à direita:

marque caso o cão seja castrado, não tenha nenhuma doença diagnosticada, seja um cão de trabalho ou se é um cão de caça, do tipo físico com pernas longas, esguio e focinho longo.

comida natural para cachorro

4. Após colocar todas as informações é só salvar. Aí seu cãozinho ganha um arquivo.

Para conhecer a dieta recomendada é só clicar em cima do nome do seu pet, fiz isso e abriu essa recomendação, na imagem à direita, de Dieta BARF:

comida natural para cachorro aplicativo fácil

comida natural para cachorro android

O que eu achei muito legal é que o aplicativo informa a quantidade total de todos os grupos alimentares a ser distribuída durante um dia em 2 ou 3 refeições (sugerido por ele).

Na janela Barf Food mostrada na primeira imagem você terá acesso a todos os grupos alimentares com imagens.

Na imagem abaixo cliquei em carne com ossos e todas essas imagens possíveis de carnes com ossos apareceram:

comida natural para cachorro aplicativo fácil

Esse foi o aplicativo mais simples, prático e intuitivo que achei.

Se quiser testar Dieta BARF é uma excelente ferramenta.

No entanto, é indicado apenas para cães saudáveis e apenas como um apoio, nada substitui o acompanhamento especializado.

Receitas de Alimentação Natural Cozida

Abaixo entrego 3 receitas que devem ser usadas apenas como forma de alimentação não habitual, um agrado, uma recompensa.

Justamente porque para uma alimentação diária específica é necessário o conhecimento das necessidades nutricionais e calóricas do seu cão.

1.Arroz Colorido

Ingredientes:

2 xícaras de arroz integral

500g de frango ou peru picados

2 cenouras

1 xícara de brócolis

1 xícara de espinafre

2 batatas

4 xícaras de água ou caldo de galinha natural

Preparo:

Lave cuidadosamente os vegetais e as batatas e corte tudo em cubos pequenos.

Coloque uma panela com água sem sal, adicione todos os ingredientes e deixe cozinhar por pelo menos 30 ou 45 minutos até que tudo esteja bem cozido.

Deixe esfriar à temperatura ambiente, misture tudo em uma tigela e pronto para servir.

2. Bolo de atum

Ingredientes:

1 lata de atum em água

1 colher de chá de azeite

1 ramo de aipo

1 cenoura grande

1 colher de chá de suco de limão

4 colheres de sopa de queijo cottage

Preparo:

Misture todos os ingredientes em um processador de alimentos e adicione o suco de limão.

Quando tudo estiver bem misturado, unte um tabuleiro e espalhe a mistura sobre ele de forma homogênea, asse por 20 minutos, não deixe secar demais o ideal é que fique úmido.

Quando estiver pronto, corte em porções e sirva diariamente. Observe que é uma receita pequena, se quiser dobre a quantidade e congele e retire do freezer um dia antes de servir.

3.Peixe com vegetais

Ingredientes:

Peixe branco (pescada ou badejo), dois filés ou postas pequenas sem pele. Pode usar sardinha em lata com óleo, é rica em ômega-3.

Folhas de acelga

1 batata média

1 xícara de arroz

Preparo:

O arroz é cozido até que fique bem macio. Coloque a batata para cozinhar em pouca água e adicione a acelga e o peixe (sem espinha e pele) por último que cozinham mais rápido.

Misture todos os ingredientes e adicione um fio de azeite extra virgem espere esfriar à temperatura ambiente e sirva.

Se você quer cozinhar, mas acha que vai tomar muito do seu tempo, você vai ver que essas receitas são rápidas e são um excelente começo para a modificação da alimentação do seu cão.

Experimente hoje mesmo!

Cozinhar para o seu cão aumenta os laços de afeto, cria um vínculo ainda mais especial além de ser divertida essa interação.

Lembre-se de sempre observar o seu cão enquanto estiver comendo alimentos que não são habituais, para ver se haverá rejeição, engasgo, etc.. é importante acompanhar.

Espero que você também se divirta enquanto faz comidinha para o seu cão, é muito gostoso ver a cara de surpresa e felicidade quando recebem comida de verdade!

Se gostou, se foi útil para você, compartilhe!

 

Essa publicação tem como fonte original:Dieta de Cão

Comentários

0 comments