Menina é curada da leucemia após ver Jesus em seu quarto, no RJ
Artigo

Menina é curada da leucemia após ver Jesus em seu quarto, no RJ

A menina foi curada após contar para a mãe que via Jesus em seu quarto.

Alice, uma garotinha de apenas 2 anos recebeu o primeiro diagnóstico de suspeita de Leucemia. A menina passou parte do ano de 2012 internada, e foi nesse período que Alice viveu uma das maiores experiência da sua vida.

Na época, Alice se encontrava muito doente, e seu estado de saúde era muito grave, necessitando de transfusão de sangue, pois seu coração poderia parar a caminho do hospital. Ela foi transferida para Hospital da Lagoa, na Zona Sul do Rio, onde a suspeita realmente foi confirmada: Alice estava com leucemia linfoide aguda (LLA), tendo 90% de seu sangue tomado por células cancerígenas.

Joice Paschoal, mãe da menina Alice, ficou devastada com a confirmação do diagnóstico e se apegou a um versículo bíblico que está em Jeremias Capítulo 16 e versículo 21 “Portanto eu lhes ensinarei; desta vez eu lhes ensinarei sobre o meu poder e sobre a minha força. Então saberão que o meu nome é Senhor”.

O quadro clínico de Alice estava cada dia pior. A menina foi submetida a várias transfusões de sangue e plaquetas e só teve a primeira alta em julho, porém, já no dia seguinte precisou voltar ao hospital com febre alta. O sintoma já se estendia por 20 dias consecutivos e os médicos não conseguiam descobrir sua causa.

Enfraquecida pela doença, a garotinha não conseguiu ficar de pé entre o início de junho e final de agosto. Mas depois de 57 dias internada, ela teve sua segunda alta no dia 31 de agosto. No entanto, ela ficou apenas três dias em casa.

MILAGRE

O pai de Alice foi a um congresso da igreja que a família frequentava, e Joice ficou em casa com Alice, ouvindo louvores e orando a Deus pela filha. A garotinha estava em sua cama, quando, de repente, viu Jesus Cristo em seu quarto. “Mamãe, olha Jesus. Mamãe, Jesus”, disse Alice, depois de meses sem conseguir falar.

“Eu disse: ‘Ele veio te curar. Manda um beijo”. Ela mandava e sorria. “Foi uma experiência em que eu pude contemplar seu rosto de alegria, que eu não via há algum tempo. Naquela noite, a fé me fez acreditar. Eu creio que ela foi curada naquele dia”, disse Joice em entrevistas.

“Alice não falava palavras nítidas, parecia um bebezinho pequeno. Ela regrediu com o tratamento, na época. Mas, de repente, ela começou a me chamar e apontar para o teto”, acrescenta a mãe.

No dia seguinte, Alice realizou exames, e a taxa de imunidade da garota que estava em 100 foi parar em 3.300. Já no outro dia, foi para incríveis 7.500 e ela pôde receber alta poucos dias depois com a taxa em 17 mil. “A imunidade subiu de uma forma tão extraordinária que as médicas ficaram surpresas”, lembra Joice.

Um tempo depois Alice retornou ao hospital para realizar 4 blocos de quimioterapia e cinco meses depois voltou a andar normalmente. “O exame detectou 0% de células cancerígenas, para honra e glória de Deus. Jesus fazia, faz e fará muitos milagres em nossas vidas, basta colocar a fé em ação!”, afirma Joice.

Essa publicação tem como fonte original:buhnews

Comentários

0 comments

Adriano Duarte

Trabalha como redator na plataforma de mídia Comunidade F7