A Comissão Mista de Orçamento aprovou na quarta-feira o incremento de R$ 1,8 bilhão no orçamento previsto para o Fundo Eleitoral.
Com o aumento no Fundo Eleitoral aprovado, quase R$ 500 milhões serão destinados para cada uma das duas siglas que elegeram as maiores bancadas na Câmara em 2018: PSL e PT. O valor corresponde à soma do quanto receberão de financiamento público.
O incremento no valor foi feito pelo relator do Orçamento 2020 da CMO (Comissão Mista de Orçamento), o deputado Domingos Neto (PSD-CE). Em seu parecer, está prevista a destinação de R$ 3,8 bilhões ao Fundo no ano que vem, ante uma estimativa anterior de R$ 2 bilhões proposta do governo ao enviar o texto para análise do Congresso Nacional.
O projeto de lei ainda precisa ser aprovado pelo plenário da Câmara e pelo Senado federal. A Comissão Mista de Orçamento realocou verbas até da saúde e da educação para dobrar os recursos públicos, que saem dos bolsos dos contribuintes.