O corpo do policial militar Fabiano Tavares foi encontrado nesta quarta-feira próximo de Garça onde morava com sinais de tortura.
A polícia civil iniciou as investigações para encontrar o autor e de acordo com as informações o policial não entrava em contato com a família fazia alguns dias.
Seu filho foi na delegacia e registrou um boletim de ocorrência de desaparecimento.
Uma pessoa encontrou seu corpo próximo do sítio que ele morava com sinais de espancamento, um pano dentro de sua boca e uma sacola na sua cabeça.
Ele foi sepultado no Cemitério da saudade de Marília na quinta-feira, a polícia ainda não encontrou o autor dos fatos.