Sem euforia, Gabriel Veron comemorou nesta quinta-feira os primeiros gols como jogador de futebol profissional. O garoto de 17 anos entrou no segundo tempo, marcou duas vezes e ainda deu uma assistência na goleada do Palmeiras por 5 a 1 sobre o Goiás, no Brinco de Ouro, em Campinas, pela penúltima rodada do Brasileirão.
– Acho que vou lembrar como um dos dias mais felizes da minha vida pelo fato de ter feito meu primeiro gol como profissional com 17 anos. Agora é continuar trabalhando e deixar as coisas acontecerem naturalmente – afirmou Veron.
Eleito o melhor jogador do último Mundial Sub-17, Gabriel Veron entrou aos 11 minutos do segundo tempo da partida no lugar de Zé Rafael e viveu uma noite mágica. Ovacionado pela torcida assim que pisou no gramado, o garoto fez ótima dupla de ataque com Dudu e liquidou o jogo.
Primeiro, aproveitou passe de Jean, aos 24 minutos, e só desviou para as redes. Aos 36, ele entornou a marcação pelo lado esquerdo e cruzou para Dudu fazer o quarto. E cabia mais. Aos 44, foi a vez de Dudu retribuir o passe para o menino completar o placar.
Na saída de campo, Gabriel Veron foi bastante elogiado pelo zagueiro Edu Dracena, que vai se aposentar no fim do ano. Os jogadores concederam entrevistas juntos ao SporTV.
– Ele já mostrou todo o talento dele na base do Palmeiras. Campeão mundial não é para qualquer um. Que ele possa dar sequência na carreira dele. Pelo talento e pelo trabalho que vem realizando desde as categorias de base, que possa dar muitos frutos ao Palmeiras. Comecei aqui com Gabriel Jesus, agora mais Gabriel. Fico muito feliz, é um moleque que se dedica, humilde. Com certeza, vamos ouvir falar muito desse jogador – disse Dracena.