Silvio Santos, 88, não compareceu ao velório e ao enterro de Gugu Liberato nesta sexta-feira (29), em São Paulo. O apresentador morreu na última sexta-feira (22), nos Estados Unidos.

Grandes amigos há mais de 40 anos, a ausência do ‘‘Patrão na última despedida pública ao apresentador foi sentida. Segundo informações obtidas pelo site ‘Natelinha’, Silvio teria sido “convencido pela família a evitar fortes emoções”.

Silvio teria ficado muito abalado desde a sexta-feira (22), quando a morte encefálica de Gugu foi confirmada. Pai de seis mulheres, o dono do SBT tinha Gugu como “o filho homem que ele nunca teve”. Ele estaria sentindo mais a morte de Liberato do que a de colegas como Hebe Camargo, por exemplo.

A apresentadora Sônia Abraão, durante participação no programa ‘Olga’, da RedeTV!, disse que Silvio estava rouco. Recentemente, ele teve uma forte gripe que o deixou afastado da televisão.

Ao Yahoo!, o humorista Carlinhos Aguiar falou sobre o estado do Patrão com quem grava o ‘Jogo dos Pontinhos’. “Ele está muito abatido, muito para baixo. O Gugu era um filho para o Silvio, tudo era o Silvio e ele, tanto que ele foi morar perto do Silvio em Orlando. Para ele é uma perda irreparável, muito difícil”, disse.

Gugu começou a trabalhar com Silvio Santos aos 14 anos e sempre mantiveram uma relação muito próxima. Fora do trabalho, os apresentadores tinham uma relação pessoal.