O Palmeiras tem “sinal verde” dos representantes de Jorge Sampaoli para abrir conversas com o atual técnico do Santos.
Segundo apurou a ESPN, o time alviverde ainda não fez qualquer tipo de contato oficial com o profissional, mas ouviu de seu estafe que tem permissão para dar início às tratativas.
Sampaoli segue como plano prioritário da diretoria palestrina para 2020.
A equipe comandada por Maurício Galiotte tentará negociar para ter o argentino até as últimas possibilidades. Só após esgotar as tratativas é que o Verdão buscará um possível novo nome.
Por enquanto, não há no momento nomes para planos B ou C no cargo de treinador.
Em reuniões entre Galiotte e sua cúpula, foi definido que a busca será por um comandante estrangeiro, mas por ora só há sondagens e ideias.
Nestes encontros, o presidente do Palmeiras ouviu de seus vices nomes como Juan Carlos Osorio, atualmente no Atlético Nacional-COL, e Carlos Queiroz, da seleção da Colômbia.
No entanto, Sampaoli segue sendo o único nome na pauta no momento, e alternativas só serão buscadas se o “não” do santista for definitivo.
O clube do Palestra Itália não tem pressa para definir a situação, e a negociação deve seguir pela próxima semana, já que Sampaoli espera o fim do Brasileirão para definir seu destino.
A diretoria entende que, mesmo sem um treinador contratado, o planejamento de 2020 não está comprometido, já que a reestruturação do elenco está em curso.
Na próxima temporada, oito garotos da base serão promovidos, enquanto o atacante Artur, destaque do Bahia no Brasileiro, também será reintegrado.
Vale lembrar que, no ano que vem, o Verdão disputará a Florida Cup na pré-temporada pela primeira vez