Dentro do centro cirúrgico onde eu ainda acompanhei ele até a entrada, ele falou no meu ouvido “Papai o senhor promete que vai dar tudo certo e que eu vou voltar pra nossa casa?”. Esse foi o desabafo do advogado Robert Lincoln da Costa, ao relatar que seu filho, o pequeno Arthur Areias, de 10 anos, morreu durante uma cirurgia no Hospital Rio Amazonas do Hapvida.
 
Nas redes sociais, as publicações do advogado ganharam força e várias pessoas compartilharam e lamentaram o ocorrido.
 
Em seu perfil, outras pessoas além de se sensibilizar, relataram também casos semelhantes no mesmo hospital.
 
De acordo com o relato na rede social do advogado, foi constatado um sopro no coração de Arthur e ela teria que passar por procedimento cirúrgico. Segundo o relato do pai, os médicos garantiram que o processo seria simples e que estavam prontos para qualquer imprevisto que houvesse no dia da cirurgia.
 
A OAB-AM também lamentou o ocorrido. O advogado disse que lutará com todas as forças por justiça.