Além de Júnior Cruz, outras duas pessoas estavam no carro. Eles tinha acabado de sair de uma reunião com o Aliança pelo Brasil
O presidente do PSL de Belford Roxo, Júnior Cruz, foi vítima de um atentado a tiros na noite desse domingo (01/12/2019). Na ocasião, ele estava de carro com a esposa e um amigo na Avenida Brasil (RJ).
Os três são policiais militares. Júnior ainda é assessor do deputado estadual Anderson Moraes (PSL).
Segundo o presidente do PSL do município carioca, três homens saíram de um Chevrolet Onyx prata atirando. Júnior tinha acabado de sair de uma reunião com pré-candidatos do Aliança pelo Brasil (APB).
“Na hora que saíram, minha esposa se ligou e começou a atirar. O pau quebrou, com muitos tiros”, detalha Júnior, segundo informações do jornal O Dia.
A parte externa do carro está toda furada, além de vários estilhaços de projéteis. Segundo Cruz, foram disparadas cerca de 30 balas. Ele acredita em crime político.
O dirigente esteve na 30ª DP (Marechal Hermes) para registrar o atentado. A Polícia Civil ainda não divulgou a linha de investigação para o crime.