Uma das principais defensoras da saída de Alexandre Mattos do Palmeiras, a Mancha Alviverde cobra mais mudanças no departamento de futebol. Horas depois da demissão do diretor de futebol e do técnico Mano Menezes, a principal torcida organizada do clube criticou Felipe Melo e quer um elenco para 2020 com o “perfil de Dudu”.
“A nossa guerra foi travada contra um profissional (Mattos) que, ao colocarmos o peso na balança, era desproporcional. O custo benefício não valeu a pena. Os 3 títulos nacionais em 5 anos é para quem se contenta com pouco e, principalmente, para quem analisa o investimento. Um diretor que chegou com status de Mittos e deixou no elenco muitos micos. Errou muito mais do que acertou”, diz a nota.
“Cícero (Souza, gerente de futebo), Omar (Feitosa, coordenador científico) e João Paulo (Sampaio, coordenador da base), que vieram com Mattos. A data de validade de vocês já expirou. Com um pouco de bom senso, deem adeus”, continua o texto.
Os ataques da Mancha a Mattos e Maurício Galiotte se intensificaram após a eliminação da Copa Libertadores. A cada tropeço, o tom foi apenas se elevando, com faixas e até um grupo vestido de Bananas de Pijamas, para criticar a dupla.
Jogadores também foram cobrados na nota, inclusive Felipe Melo, que já teve um canto da torcida dedicado a ele. Dudu, em contrapartida, criticado anteriormente, agora é considerado o único que tem respeito à torcida.
“Aguerrido, habilidoso, voluntarioso, com disposição, garra e respeito à torcida. O Dudu transmite outra sintonia dos demais jogadores do Palmeiras. Sim, já o criticamos por não assumir a ‘responsa’ e até sumir em alguns jogos decisivos. Só que o elenco não acompanha seu ritmo e fica impossível o exército de um homem só vencer sozinho”, afirma a Mancha.
“Ah! Sr. Felipe Melo, seus créditos se esgotaram. O futebol em campo é de um nível que aceitamos, isto quando não está suspenso (e sempre está quando precisamos), agora seu extra-campo é da imbecilidade de um Deyverson. Maldita inclusão digital que só faz estrago e envergonha nossa torcida. Quer dizer que uma semana atrás o cara tira sarro do Palmeiras e hoje expõe o seu filho em foto com Gabib…? Se quiser ir para o seu time do coração, vá embora. Se quiser ir para o Boca ou voltar para Turquia, siga seu caminho”, completa.
Veja a nota completa da Mancha Alviverde:
“VENCEMOS?
Não existe disputa, pode somar diretor + presidente + jogador… Nada se compara ao amor do torcedor. Mas quem realmente venceu foi a entidade Palmeiras.
Essa vitória contra o Alexandre Mattos teve um valor muito caro: humilhações. E também podemos colocar o “preço” dele:
– 2015: 25 contratações – €11,4 M + R$3,5M
– 2016: 16 contratações – €7,2 M + R$15,5M
– 2017: 15 contratações – €26 M + R$27,5M
– 2018: 8 contratações – €21,2 M + R$2M
– 2019: 12 contratações – €18,5 M + R$27,5 M
Total de 76 contratações – €84,3 M + R$76 M
Ou seja, mais de MEIO BILHÃO de reais!
Ah, nesses “preços” não incluímos os valores pagos de salários para os jogadores que vieram por empréstimo. Muitos machucados e com nenhum retorno esportivo.
MATTOS
A nossa guerra foi travada contra um profissional que, ao colocarmos o peso na balança, era desproporcional. O custo benefício não valeu a pena. Os 3 títulos nacionais em 5 anos é para quem se contenta com pouco e, principalmente, para quem analisa o investimento.
Um diretor que chegou com status de Mittos e deixou no elenco muitos micos. Errou muito mais do que acertou. Gastou com jogadores machucados e com qualidade técnica duvidosa. Pagou fortunas para jogadores que até então ninguém tinha ouvido falar. Não teve critérios nas contratações de treinadores e nas dispensas. Um diretor que vira estrela acaba sumindo no universo de torcedores. Não precisamos derrotá-lo, será apenas um nome no passado e continuaremos aqui apoiando, torcendo e amando a S. E. Palmeiras.
Adeus, Mattos. Somos a Mancha Verde do Palmeiras!
DEPARTAMENTO DE FUTEBOL
Cícero, Omar e João Paulo, que vieram com Mattos. A data de validade de vocês já expirou. Com um pouco de bom senso, deem adeus.
MANO
Nem vale a pena comentar sobre alguém que nem deveria ter vindo.
Fica pra conta do Mattos, com o aval do Maurício Banana.
A BANANA AMADURECE?
Essa pergunta não precisa de resposta. Maurício Galiotte conseguiu, em 3 anos, demitir 7 treinadores e fechar em déficit financeiro e futebolístico.
O discurso após outra humilhação, a atitude de demitir o diretor que ele disse que não mandaria embora e o treinador que ele acabou de trazer, mostra a faceta de um homem fraco. Esse não podemos tirar, basta acabar o mandato… A nossa sorte é que 2021 é logo ali.
Continuaremos fiscalizando e pressionando esse presidente banana. Esperamos que venha um profissional para cuidar do futebol e um treinador com perfil do Palmeiras (lembram das Academias? Time para frente e jogando o fino da bola).
Só isto que esperamos desse presidente. Contrate dois profissionais capacitados e com perfil do Palmeiras e suma dos holofotes. Não queremos nem lembrar o seu nome. Fique na sua insignificância e covardia. A banana, nesse caso, não amadurece.
ELENCO PERFIL DUDU
Aguerrido, habilidoso, voluntarioso, com disposição, garra e respeito à torcida.
O Dudu transmite outra sintonia dos demais jogadores do Palmeiras. Sim, já o criticamos por não assumir a responsa e até sumir em alguns jogos decisivos. Só que o elenco não acompanha seu ritmo e fica impossível o exército de um homem só vencer sozinho.
O presidente banana comentou de cobrar postura dos jogadores e podemos deixar as coisas às claras:
– Marcos Rocha = vaza do Palmeiras
– Luan e Antônio Carlos = vazem do Palmeiras
– Diogo Barbosa = você é um fracasso e sem alma
– Lucas Lima = sanguessuga sem caráter… Vaza do Palmeiras.
– Deyverson = suma do Palmeiras, aqui não é circo.
E assim vai… A lista é grande e a economia seria excelente com a dispensa de uns 15 jogadores, de Borja até Carlos Eduardo. Temos grossos para todos os gostos.
Ah! Sr. Felipe Melo, seus créditos se esgotaram. O futebol em campo é de um nível que aceitamos, isto quando não está suspenso (e sempre está quando precisamos), agora seu extra-campo é da imbecilidade de um Deyverson. Maldita inclusão digital que só faz estrago e envergonha nossa torcida. Quer dizer que uma semana atrás o cara tira sarro do Palmeiras e hoje expõe o seu filho em foto com Gabibosta? Se quiser ir para o seu time do coração, vá embora. Se quiser ir para o Boca ou voltar para Turquia, siga seu caminho.
Ninguém NUNCA será maior que o Palmeiras.
E nada NUNCA será mais importante ao Palmeiras, do que a sua própria torcida.
Jogadores, presidentes e diretores passam e sempre vão passar!
A torcida não… Estamos aqui e sempre estaremos.
Não tentem lutar contra quem é invencível.
Somos eternos, porque somos herança de uma paixão chamada Palmeiras!
Vai segurandoooooo!
Somos chatos
Somos a Mancha
Amamos o Palmeiras e odiamos todos que não representam a SEP.
Diretoria Mancha Alvi Verde”