A derrota para o Flamengo pelo placar de 3 a 1 derrubou o técnico Mano Menezes do Palmeiras. A pressão, que já estava insuportável, aumentou de forma considerável após o revés contra o Fluminense no Rio de Janeiro, no meio da semana.
Após a saída de Mano, Alexandre Mattos, executivo de futebol, também deixou o  departamento. A decisão foi em comum acordo entre o Palmeiras e o profissional, que entendeu a postura do clube e o momento atual.
Protestos da torcida do Palmeiras
Uma das organizadas do Palmeiras começou uma série de protestos contra Mattos desde a queda para o Grêmio na Copa Libertadores. Algumas manifestações aconteceram até na porta de sua casa, em Alphaville. Sua esposa recebeu uma coroa de flores sem remetente, em tom de ameaça.