O gerente de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe, é um dos nomes fortes para assumir o lugar deixado por Alexandre Mattos.
Depois da demissão do diretor-executivo do Palmeiras, depois de cinco anos, Paulo Pelaipe é visto como homem -forte da montagem do Flamengo de 2019. Na Gávea, Pelaipe é visto como braço direito de Marcos Braz, o vice-presidente de futebol, que também trabalhou lado a lado com Bruno Spindel.
Paulo Pelaipe foi dirigente do Grêmio, que saiu da Série B para a final da Libertadores, entre 2005 e 2007. Esteve no Flamengo em 2013, durante a campanha da Copa do Brasil de 2013. Atualmente é gerente do Flamengo.
Como a coluna publicada hoje na Folha de S. Paulo informou, o domingo era dia de decisão para o Palmeiras. O clássico contra o Flamengo poderia definir as saídas de Mano Menezes e de Alexandre Mattos.
Nem o técnico nem o dirigente resistiram.
Depois da contratação do diretor-executivo, que pode ser Paulo Pelaipe, será definido o nome do novo técnico.
O Palmeiras já sondou Jorge Sampaoli, que tem proposta do Racing, sondagem do Boca Juniors e deve passar dias no Rio de Janeiro depois do Brasileirão, saindo do Santos ou não.