A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu que irá considerar o Flamengo hexacampeão brasileiro com a conquista do título de 2019 sacramentada domingo (24), a quatro rodadas do fim da disputa. Apesar de o clube se dizer heptacampeão em publicações oficiais, a entidade afirmou ao UOL Esporte respeitará a manifestação de março do ano passado do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a Copa União de 1987, uma batalha judicial que se arrastou por anos e considerou o Sport como campeão nacional daquele ano.
“A questão extrapola o entendimento da CBF. Após longa discussão judicial, o Supremo Tribunal Federal (STF) entendeu que o Sport Club do Recife é o único Campeão Brasileiro de 1987, ao contrário do que chegou a propor a CBF, em 2011, que considerava os dois clubes campeões daquele ano. Assim, em respeito à decisão do Poder Judiciário e do ponto de vista legal, não há alternativa à CBF senão reconhecer o Clube de Regatas do Flamengo como hexacampeão brasileiro”, resondeu a CBF, ao ser questionada pelo UOL Esporte sobre o tema.
Na semana passada, antes de o Palmeiras ser derrotado pelo Grêmio e confirmar o título flamenguista, o UOL Esporte mostrou que a CBF não sabia como se referir à conquista. Havia duas linhas na entidade: uma que via como natural seguir a ordem da maior instância da Justiça do país e outra que se preocupava com um desgaste institucional com o Flamengo baseada em uma resolução de 2011, assinada por Ricardo Teixeira, que considerava Sport e Flamengo como campeões em 1987.
A primeira linha de pensamento foi vitoriosa nos debates internos da CBF, que considerará o Flamengo como hexacampeão. Mas a reportagem ainda apurou que a CBF irá manter sua postura de evitar desgaste com aquela que é a maior torcida do país. A confederação não pretende usar o termo “hexa” em suas publicações como sites e artes em redes sociais. No último domingo, inclusive, a entidade citou a conquista da Copa União no que chamou de “lista de títulos do Flamengo”.
CBF recua e diz que Flamengo é “merecedor” do hepta.
Pouco depois das 20h, a CBF procurou a reportagem com uma nota nota visando “esclarecer” o debate no âmbito esportivo. “A CBF, a título de opinião, considera que o Clube de Regatas do Flamengo é merecedor da designação de heptacampeão brasileiro”.
O Flamengo é campeão brasileiro em 1980, 82, 83, 92, 2009 e 2019. Após a unificação dos títulos brasileiros de 1959 a 1970 oficializada pela CBF em 2010, é o quarto maior ganhador ao lado do São Paulo. O Palmeiras soma dez títulos, o Santos, oito, e o Corinthians tem sete.