A enorme reformulação pela qual passará o Palmeiras nas próximas semanas deve começar com o volante Thiago Santos e o meia Raphael Veiga. Eles têm proposta de um mesmo clube do exterior e o negócio pode ser sacramentado na próxima semana.
As transferências podem render cerca de R$ 20 milhões ao Palmeiras. Vale lembrar que a dupla custou R$ 5,5 milhões – Veiga foi comprado do Coritiba por R$ 4,5 milhões, enquanto Thiago Santos chegou do América-MG por R$ 1 milhão.
Antes de avançar nas tratativas com esse clube do exterior, o Palmeiras recebeu diversas consultas de rivais por Veiga. Corinthians, Atlético-MG, Athletico Paranaense e Inter foram alguns dos interessados no meia, que atuou como titular na derrota por 1 a 0 para o Fluminense, nesta quinta-feira, no Maracanã.
As vendas têm dois objetivos: garantir a receita, que será utilizada em novas contratações, e abrir espaço no elenco. Além de reforços, o Palmeiras promoverá até oito atletas das categorias de base. Gabriel Veron, tratado como a grande joia desde Gabriel Jesus, já fez sua estreia no profissional diante do Flu.
Embora não goste da ideia de fazer lista de dispensas, o Palmeiras deverá mudar muitas peças. Jaílson, Fernando Prass, Jean, Dracena, Victor Luís, Hyoran, Henrique Dourado, Deyverson, Borja e Carlos Eduardo não fazem parte dos planos.