A Comissão Arns e o Coletivo de Advocacia em Direitos Humanos denunciaram nesta quarta-feira (27) o presidente Jair Bolsonaro ao Tribunal Penal Internacional (TPI) por crimes contra a humanidade e incitação ao genocídio de povos indígenas.
Ao sair do Palácio do Planalto na manhã desta quinta-feira (28), Bolsonaro foi questionado por um jornalista sobre o fato.
“Há uma denúncia contra o senhor por crimes contra a humanidade, como o senhor vê isso”, perguntou o jornalista. O presidente apenas riu e pediu “outra pergunta”.
A denúncia afirma que Bolsonaro “incitou a violência contra povos indígenas e tradicionais e foi omisso no combate aos crimes ambientais na Amazônia”, informa o Conjur.
A peça é assinada pelo ex-ministro da Justiça José Carlos Dias e os advogados Antonio Carlos Mariz de Oliveira, Eloisa Machado e Juliana Vieira dos Santos.