O pai foi julgado pela agressão que cometeu contra seu menino que acabou levando a sua morte.
 
Um bebê menino de apenas seis semanas teve 28 ossos de seu corpo quebrados pelo próprio pai. A criança também acabou sofrendo um traumatismo traumatismo craniano em decorrência das agressões cometidas por seu pai. O pequeno McKenzie Ellis de Kent na Inglaterra não resistiu às agressões cometidas pelo pai. Ele chegou a ser internado no hospital, mas infelizmente faleceu após três dias.
 
O triste caso ocorreu no dia 23 de julho do ano passado na cidade de Kent na Inglaterra. E nesta sexta-feira (29/11), o pai Lee Vernon, 21 anos, foi julgado e o juiz tomou uma decisão sobre seu futuro. Ele foi condenado a 16 anos de prisão pela morte de seu filho.
 
Foi Lee quem chamou uma ambulância em julho do ano passado após seu filho ter ficado inconsciente em decorrência das agressões cometidas por ele. Na ocasião, a polícia também compareceu ao local e questionaram Lee sobre o que havia acontecido.
 
Inicialmente, Lee negou que a criança tivesse sofrido qualquer tipo de lesão. Contudo, exames médicos realizados na criança constataram que ele havia sofrido diversas agressões e que ao menos duas delas ocorreram há algum tempo antes da ocasião em que o pequeno ficou inconsciente.
 
Durante o julgamento, o policial responsável pelo caso, Richard Vickery, desabafou sobre o que aconteceu. Ele também fez questão de agradecer todos os envolvidos na investigação. “É impossível compreender todo o sofrimento desnecessário que McKenzie passou durante sua curta vida e eu estou feliz por Lee ter recebido uma sentença significativa pelo crime que cometeu. Foi um caso muito complexo e emocionante e eu sou grato aos médicos e equipe de investigação que nos ajudou a chegar à verdade”, comentou Richard