Atlanta United define as condições para que Palmeiras tenha Pity Martinez por empréstimo
Artigo

Atlanta United define as condições para que Palmeiras tenha Pity Martinez por empréstimo

A Mancha Alviverde, principal uniformizada do Verdão, não para com os protestos pela saída do dirigente, que vem comandando o futebol do clube há quatro temporadas. As contratações realizadas para o atual elenco decepcionaram. Nomes como Ricardo Goulart, Carlos Eduardo, e Arthur Cabral já deixaram a Academia de Futebol, enquanto que Carlos Eduardo, a maior contratação em termos de valores (quase R$ 25 milhões), está encostado no banco de reservas.

Ainda assim, Mattos é bancado por Leila Pereira, dona da Crefisa, e Galiotte para 2020, mas o fracasso evidente no planejamento para a atual temporada não deve se repetir a partir de dezembro, principalmente no perfil de reforços. Das chamadas apostas, o diretor de futebol do Verdão vai começar a caçar jogadores consagrados e que cheguem ao time para decidir, muito pautado pelo sucesso do rival Flamengo, que trouxe nomes como Filipe Luís, Rafinha, Gerson, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol.

Já em outubro, Mano Menezes vem indicando nomes para Mattos começar a série de sondagens em busca de valores e detalhes para futuras negociações. Além de Dedé, zagueiro do Cruzeiro, outro nome que vem sendo bastante ventilado nas alamedas da rua Palestra Itália é o meia-atacante Gonzalo “Pity” Martínez. Craque da Libertadores de 2018 pelo River Plate, o argentino de 26 anos defende atualmente o Atlanta United, dos Estados Unidos.

Nossa reportagem apurou em parceria com o ?jornalista Guilherme Costa, que traz informações exclusivas dos bastidores do Palmeiras, que o clube da Major League Soccer (MLS) topa emprestar o camisa 10, já que Pity vem recentemente em rota de colisão com o treinador Frank de Boer. Só que requer que o Verdão arque com 100% dos salários em 2020 – na casa dos 200 mil dólares por mês (R$ 820 mil na cotação atual).

Além disso, o Atlanta exige que o Palmeiras deposite mais 1,5 milhão de dólares (pouco mais de R$ 6 milhões) pelo empréstimo de uma temporada, com opção de compra não revelada. É perfeitamente entendível que a direção do clube da MLS não facilite a venda em definitivo do armador, que custou cerca de R$ 55 milhões há um ano. Tudo leva a crer que a pressão da torcida e grande parte da oposição do Conselho Deliberativo façam Mattos, de fato, ir a fundo nessa tratativa para a próxima temporada.

Dinheiro não será problema, já que há jogadores no atual plantel que ganham acima dos R$ 800 mil mensais e outros que foram contratados por valores acima dos pedidos pelo Atlanta. Se necessário, a Crefisa também pode auxiliar na negociação, como aconteceu com mais frequência entre 2015 e 2017. Hoje Mano tem a disposição vários meias, como Lucas Lima, Gustavo Scarpa, Raphael Veiga, Hyoran e Zé Rafael, mas nenhum vem sendo unânime em campo.

Essa publicação tem como fonte original:Verdão web

Comentários

0 comments

GUSTAVO OLIVEIRA