vídeo :Moradora de rua é acordada com balde de água fria

Deplorável, essa é uma palavra que define a ação de uma mulher que ao ver uma moradora de rua dormindo na porta de um estabelecimento não pensou duas vezes e jogou um balde de água fria.

Menos de quatro anos após um vídeo viralizar ao mostrar um morador em situação de rua sendo acordado com um balde de água fria, no Centro de São Leopoldo, a situação voltou a acontecer na região. Desta vez em Esteio. O fato mais recente ocorreu sábado (11) ao lado da Faculdades QI, na Avenida Presidente Vargas, no Centro.

A jovem em situação de rua dormia sobre papelões e com um cobertor embaixo de uma marquise, quando uma mulher se aproxima com um balde na mão e despeja a água sobre o corpo e o rosto da que estava deitada. Assustada, a vítima ainda chega a dar bom dia, no momento em que é hostilizada pela outra mulher, que a ordena a pegar as coisas dela e sair do local. Toda a ação é filmada por outra pessoa. Desnorteada, a mulher recolhe os pertences e sai da calçada.

O vídeo foi compartilhado em grupos de redes sociais no final da tarde desta terça-feira (14) e gerou centenas de comentários. “Um absurdo. Um ato desumano. A pobre da moradora de rua não estava fazendo nada de errado, era só pedir com jeito que ele certamente sairia dali. É uma jovem muito conhecida no centro. Sempre muito educada. Não faz mal a ninguém”, comentou uma mulher que pede para não ser identificada.

De acordo com a diretora das escolas técnicas da Faculdades QI, Patrícia Cardoso, a mulher que aparece nas imagens é de uma empresa de segurança que era contratada pela instituição de ensino, a qual deverá iniciar as aulas na cidade na segunda quinzena de junho. “Estamos há pouco tempo na cidade e procuramos essa empresa, que é de Esteio, justamente para fomentar a economia local. O serviço prestado por ela era apenas o de alarme. Não sabemos porque ela fez aquilo. Somos totalmente contra. Jamais apoiaríamos ou orientaríamos um tipo de atitude dessas. A escola não tem nada a ver com isso”, pontua Patrícia.

Ela salienta que após o episódio, o contrato com a empresa de segurança foi rompido na manhã desta quarta-feira (15).

Esse artigo foi extraído do site:boa informação

Comentários

0 comments