Como tratar o melasma naturalmente

Tente não se expor ao sol e, sempre que o fizer, use um bloqueador solar com fator de proteção bem alto. Também é importante proteger seu rosto diariamente.

O melasma são manchas que aparecem na pele do rosto que se expõe ao sol. É um transtorno cutâneo bastante comum que afeta as mulheres jovens que apresentam uma pele clara. No seguinte artigo, você aprenderá um pouco mais sobre como tratar o melasma.

Características do melasma
Este problema de pele está muito associado aos desequilíbrios nos hormônios femininos progesterona e estrogênio. Por isso, é mais comum que o melasma apareça em mulheres grávidas, que tomem pílulas anticoncepcionais orais ou que estejam passando por uma hormonoterapia durante a fase da menopausa.

Para que o melasma apareça, a pele precisa estar em contato com o sol, por isso, é mais provável que as mulheres que vivem em países tropicais sofram mais deste problema ou durante o verão, nos climas temperados.

Outros casos se manifestam devido aos altos níveis de estresse, efeitos secundários de cosméticos ou medicamentos, herança genética ou mau funcionamento dos hormônios da tireoide.

O sintoma do melasma é um só: mudança na cor da pele do rosto. Isto pode causar algum tipo de sofrimento ou preocupação em relação à aparência. As mudanças no tom da pele são quase sempre para um tom de café.

As manchas aparecem na testa, nas bochechas, no nariz e no lábio superior.Parecem ser simétricas, ou seja, apresentam-se da mesma forma em ambos os lados do rosto.

Para tratar o melasma, podemos usar cremes que contenham ácido azelaico e kójico, hidroquinona e tretinoína, esfoliações com cremes esteroides tópicos ou químicos, tratamentos com laser nos casos graves, suspensão dos medicamentos hormonais que causam o problema ou esperar a finalização da gravidez para analisar se o sintoma continua.

Depois de fazer o tratamento adequado, o melasma costuma desaparecer dentro de alguns meses. O problema pode reaparecer no caso da mulher ficar grávida novamente ou se ela começar a tomar hormônios.

Os médicos dizem que para prevenir estas manchas, buscar proteção para a pele pode ajudar bastante, além de não permitir que um câncer e rugas se desenvolvam.

Remédios caseiros para tratar o melasma
Com alguns ingredientes que você tem em casa, é possível realizar bons tratamentos naturais para eliminar as manchas. Entenda que o melasma se desenvolve devido a um aumento da produção de melanina, que é responsável por dar cor à pele.

Alguns dizem que o melasma afeta mais as pessoas de pele morena, outros dizem que as peles claras também podem sofrer com essas manchas. Felizmente, existem remédios naturais para tratar este problema estético.

Remédio caseiro de banana: amasse uma banana e coloque o purê nas zonas com manchas durante 15 minutos. Repita o processo quatro vezes por semana. Retire com água morna.
Remédio caseiro de berinjela: corte uma berinjela em rodelas e retire a polpa. Faça um emplastro e coloque na pele. Deixe atuar por 15 minutos e remova com água. Você pode realizar o processo 3 vezes na semana.
Remédio caseiro de bálsamo negro: 4 ou 5 gotas bastarão. Adicione-as à uma clara de ovo. Bata bem e aplique duas vezes ao dia, pela manhã e à noite.
Remédio caseiro de água oxigenada: passe um algodão embebido em água oxigenada no rosto antes de dormir.
Máscara antimanchas de melasma: misture duas colheres de leite em pó, 4 colheres de mel de abelha e 2 colheres de suco de limão até formar uma pasta homogênea. Passe no rosto e deixe atuar por 20 minutos. Lave e aplique uma máscara de iogurte natural. Deixe atuar por mais 10 minutos e enxágue.

Remédio caseiro de cebola e vinagre: triture uma cebola e misture com um pouco de vinagre. Aplique sobre a mancha e deixe atuar por 15 minutos. Se arder ou irritar, lave imediatamente.

Conselhos sobre como tratar o melasma
As pessoas que apresentam predisposição para sofrer desse problema devido a episódios na família devem tomar precauções adicionais (é um transtorno hereditário). Evite o sol e aplique protetor solar com um fator bem alto sempre que for à praia ou à montanha, mas também no dia a dia na cidade. Não tome pílulas anticoncepcionais nem outras terapias de substituição hormonal.

É preciso ter muito cuidado com o tratamento escolhido para eliminar o melasma, ainda que sejam remédios caseiros. Caso seja muito abrasivo ou forte, terá o efeito contrário e irá piorar a situação.
O melasma é mais frequente nas mulheres entre 20 e 50 anos.
Não existe uma cura definitiva para o melasma, no entanto, é possível reduzir a aparência e a cor das manchas, as quais podem regressar com a gravidez, o retorno do uso de anticoncepcionais ou com a exposição da pele ao sol todos os dias.
O maior problema do melasma tem a ver com a estética, já que não apresenta sintomas incômodos ou que prejudiquem o organismo.
Em alguns casos, pode desaparecer sem necessidade de tratamento,por exemplo, logo após o parto.
Existem tratamentos profissionais para eliminar o melasma, que incluem: microdermoabrasão, esfoliação química e terapias com laser. Estes são aconselhados apenas em casos muito graves ou avançados.
A melhor forma de tratar o melasma é visitando um dermatologista e não deixar o tempo passar, pois as manchas podem piorar em questão de semanas.

Esse artigo foi extraído do site:Melhor com Saúde

Comentários

0 comments